Cannabis: diferenças entre indica e sativa

Provavelmente já ouviu falar da variedade sativa ou da variante indica mais do que uma vez. Trata-se de subespécies de canábis e as diferenças entre a indica e a sativa são descritas abaixo.

Continue a ler se estiver interessado em saber mais sobre estes dois tipos de canábis. Elas diferem em praticamente tudo, desde o local e a forma de cultivo até aos seus benefícios . De seguida, vamos analisar o ciclo de vida destas plantas.

Diferenças entre Indica e sativa: clima

Antes de mais, é preciso saber que estas plantas precisam de contextos muito diferentes para crescerem saudáveis e fortes. O clima e a localização destas espécies são as principais diferenças entre as indicas e as sativas.

As variedades Indica são originárias da região da Ásia Central e do subcontinente indiano. Provenientes de zonas montanhosas, são mais resistentes às baixas temperaturas e aos climas extremos. Por conseguinte, esta variedade de canábis pode ser cultivada em espaços interiores.

A subespécie sativa, no entanto, é originária de climas tropicais como a Tailândia e o sul da Índia ou alguns países da América Central.

Devido à sua origem, a variante indica é perfeita para o cultivo de interior, enquanto a sativa deve ser sempre cultivada ao ar livre, pois precisa de um mínimo de 12 horas de exposição solar por dia.

Diferenças entre Indica e sativa: colheita

Os verdadeiros especialistas na matéria serão capazes de distinguir as espécies num relance. Se olharmos com atenção, existem muitas pequenas diferenças entre a forma, o tamanho e até a altura destas espécies.

As sativas crescem mais alto e produzem botões alongados e estreitos, enquanto as índicas tendem a ser mais robustas e compactas, com botões mais pequenos mas mais densos.

Além disso, estes botões estão espalhados pelos ramos na variante sativa e nas variedades índica crescem normalmente em cachos à volta do caule e dos ramos.

As folhas das duas espécies também são facilmente distinguíveis. A folha em leque da espécie sativa é fina e alongada , enquanto a folha em leque da indica é um pouco mais pequena e larga.

A floração de ambas as espécies é muito importante se decidir plantar uma destas variantes. Lembre-se de que as índicas têm um período de floração mais rápido, de cerca de 45 a 60 dias, enquanto as sativas demoram mais tempo a completar a floração, de cerca de 60 a 90 dias.

Diferenças entre Indica e sativa: efeitos

Parece haver um consenso na comunidade canábica sobre os efeitos que estas variantes podem desencadear. De facto, a variedade sativa é geralmente considerada estimulante e energizante, enquanto a variedade indica tende a ser mais sedativa.

No entanto, estas afirmações sobre os efeitos das variantes não são apoiadas por investigação científica ou ensaios. Há mesmo vários especialistas e associações que afirmam que isso é impossível de provar, uma vez que esses efeitos não podem ser demonstrados.

O Dr. Kymron deCesare, diretor de investigação do Laboratório Steep Hill, na Califórnia, argumentou numa edição impressa do High Times que os termos indica e sativa não nos podem dizer muito mais sobre uma planta do que as suas características físicas.

A Cannabis indica gera um efeito relaxante e sedativo com a capacidade de aliviar o stress, a dor ou ajudar a dormir.

Isto deve-se ao seu elevado teor de CBD. Esta substância é um composto natural que se encontra na flor resinosa da canábis e tem grandes benefícios terapêuticos. A utilização deste composto para problemas como o stress ou a insónia é cada vez mais frequente.

A utilização do CBD é seguro. Este elemento não é viciante. Atualmente, a compra deste tipo de composto está apenas a um clique de distância. Muitas empresas surgiram em torno desta substância útil, que já está a melhorar a qualidade de vida de muitos.

Diferenças entre Indica e sativa: benefícios

Todos os benefícios do consumo de canábis residem na sua ligação medicinal. Tanto as variantes indica como sativa têm um grande valor terapêutico. No entanto, estes benefícios também confirmam uma diferença entre a indica e a sativa.

A subespécie indica afecta mais o corpo da pessoa que a consome. Isto significa que os seus benefícios se farão sentir sobretudo a nível corporal. Eis uma lista dos seus benefícios terapêuticos:

  • Actuam como analgésicos para aliviar a dor.
  • Actua como um relaxante muscular.
  • Pode ajudar nas enxaquecas e dores de cabeça tensionais.
  • Aumenta o apetite.

A variedade sativa afecta a mente do utilizador. Por isso, os seus benefícios são mais a nível mental. Segue-se uma lista dos seus benefícios terapêuticos:

  • Pode funcionar como um ansiolítico.
  • Melhora o humor.
  • Estimula e dá energia.
  • Favorece o desenvolvimento da criatividade.
  • Tem uma função anti-depressiva.

Diferenças indica vs. sativa vs. CBD

Na Natural Suit, empresa espanhola especializada na comercialização de CBD, encorajamo-lo a utilizar estes conhecimentos sobre as diferenças entre indica e sativa e a pôr em prática os múltiplos benefícios da planta da canábis.

Se sofre de ansiedade, stress ou insónias, não hesite em experimentar o CBD, uma substância ligada única e exclusivamente à utilização medicinal da canábis, sem qualquer efeito psicoativo. Dê o passo e comece a cuidar de si, não se vai arrepender.

Partilhar
Poderá estar interessado em…
A realidade sobre as percentagens de CBD

Descubra a verdade sobre os rácios de CBD e THC. Existem limites rigorosos para os rácios possíveis de ambos, o rácio entre o CBD e a quantidade de THC tem um limite, e nem todas as lojas de CBD online são transparentes quanto a este aspeto.

Leia mais
O que é realmente o CBD?

O CBD, também conhecido como Cannabidiol, é um composto natural que se encontra nas plantas de canábis, juntamente com o THC, os canabidoides mais abundantes na planta e os mais estudados. Mas, ao contrário do THC, o CBD não tem efeitos psicoactivos ou psicotrópicos.

Leia mais